Série D5
Ver em 
get a quote

Série D5

NanoScale Biomagnetics

A série D5 da nB é o resultado de uma década de aperfeiçoamento do conceito e da tecnologia por detrás de nossos instrumentos para nano-aquecimento magnético.

A série D5 é construída com a mesma ergonomia, precisão e confiabilidade que manteve o DM100 o produto de primeira linha para aquecimento magnético durante anos, mas com melhor tecnologia de controle, número ilimitado de modos de frequência, maior potência, flexibilidade e expansibilidade. E, sim, mais acessível.

O conceito de design da série D5 emerge da necessidade real do laboratório de Hipertermia Magnética do Instituto de Nanociências de Aragão (Espanha) e 10 anos de aperfeiçoamento de dispositivos e tecnologias. As necessidades específicas envolvidas no processo de aplicação de um campo magnético, em medir e em analisar os resultados foram examinadas minuciosamente e abordadas uma de cada vez, levando a uma solução integrada final que garante os maiores padrões em pesquisa de hipertermia magnética. Os resultados obtidos com a série DM100 clássica, antecessora do D5, agora estão confirmados por resultados publicados a respeito de materiais nanoestruturados, experimentos com cultura de células, parasitologia, dentre outros campos.

Dispositivos da série D5 aplicam um campo magnético ajustável pelo usuário de 0 a 1200 gauss em um número praticamente ilimitado de frequências selecionadas pelo usuário, e executa medições de temperatura in situ através de um sistema avançado de fibra óptica sem partes metálicas e com uma massa térmica desprezível.

Informações a respeito da temperatura, do tempo, do campo magnético e das incidências são coletadas e armazenadas podem ser acessadas por um computador. Um software especialmente projetado também permite que se programe e agende testes automatizados em curvas de intensidades, frequência de amostragem, pausas etc.

 

Benefícios

Precisão e confiabilidade

A nB é uma empresa dedicada a fornecer os mais altos padrões de confiabilidade das medidas para Testes de Hipertermia Magnéticas (MHT). Para o design da série D5, cada aspecto do processo de medição foi abordado e analisada cuidadosamente a fim de garantir cálculos de altíssimos padrões. Isto significa que a inclusão de dispositivos especialmente desenvolvidos (como o dewar isolado com conexão de bomba de vácuo e sonda de medição de fibra óptica) que minimizam quaisquer erros de medida, garantindo confiabilidade e fácil integração a qualquer outro projeto de pesquisa. 

Solução imediata, integral e final

As soluções tecnológicas implementadas na série D5 resultam em um sistema automatizado e monitorado pronto para produzir resultados imediatamente. Não há necessidade de trocar partes como capacitores e/ou bobinas, ou de fazer quaisquer experimentos de controle para compensar qualquer aquecimento ou resfriamento indiretos. O sistema todo resolve todo problema do processo de medição para que o usuário tenha apenas que operar a interface para definir o experimento. Além disso, seu software lhe dará os dados obtidos já processados e prontos para serem usados em um formato padrão.

Facilidade de Uso

O software de automação e análise torna todo aspecto do processo de MHT fácil de lidar e na ponta dos dedos. A interface de usuário permite a qualquer um operar o sistema sem curva de aprendizado.

Produtividade

A série D5 otimiza a performance geral do processo, reduzindo o tempo e pessoal necessário para executar experimentos e supera a qualidade de resultados obtidas por todos os outros sistemas disponíveis no mercado. A série D5 encurta a distância entre você e seus resultados.

Drivers

A série D5 é formada de Drivers, Bobinas e acessórios. O driver é o dispositivo principal, em que bobinas e acessórios são conectados. O Driver é controlado pelo Maniac V2, o software proprietário da nB, executado qualquer computador externo com conexão USB.

 

 

Todos os Drivers podem acionar todas as bobinas e acessórios, e todos os drivers podem ser configurados para praticamente qualquer frequência.

Não há limite quanto ao número de frequências que se pode configurar em seu sistema porque todos os drivers D5 são capazes de se autocalibrarem uma vez que um capacitor e/ou bobina externas estejam instalados. Todos os drivers podem ser equipados com 1, 2 ou 4 sondas de temperatura de fibra óptica. Há 5 drivers divididos em 2 grupos: os drivers F e os drivers G.

Drivers G

Os drivers G são o conjunto mais completo de instrumentos da série. Eles podem manipular 15 modos de frequência para cada bobina (*). Consegue-se isso por meio da reconfiguração automática do banco de capacitores interno, assim como nos aplicadores DM100. Você também pode instalar um capacitor adicional e receber não menos de 16 novos modos de frequência (*). Isto é para cada capacitor adicional individual, e você pode ter quantos quiser.

Drivers F

Os drivers F podem manipular automaticamente apenas um modo de frequência para cada bobina. A frequência operacional é fixa pela bobina e o capacitor instalado. Você pode ajustar o sistema para praticamente qualquer outra frequência instalando um capacitor adicional no conector do painel frontal. Portanto, nesses modelos, a troca de frequência é operada pelo usuário.

 

(*) Modos de frequência menores normalmente são próximos um ao outro em frequências, então um conjunto de 15 ou 16 modos de frequência pode ser considerado em prática, aproximadamente 10 modos de frequência distribuída. Por favor, veja o catálogo CoilSet.

(1) Nº de modos de frequência por bobina; (2) Nº de modos de frequências por capacitor adicional; (3) Amplitude máxima de campo em Oersted (KA/m). Corresponde ao Driver trabalhar com CoilSet S18. Por favor, vide CoilSets para caracterização detalhada de cada CoilSet.

CoilSets

Todos os CoilSets na série D5 podem ser instalados em todos os drivers. Todos os conjuntos de bobinas podem ser ajustados a uma ampla faixa de frequências, cobrindo toda a faixa de aquecimento magnético. A amplitude máxima de cada bobina depende na potência do Driver e da frequência operacional. Todos os conjuntos de bobinas são calibrados e fornece-se um certificado de mapa de distribuição de campo

CAL 1 e CAL 2

 

Projetados para experimentos de calorimetria em coloides (medições SAR/ILP/SPA) em frascos de 2 ml. Fornece homogeneidade de campo de 5% através da amostra e isolamento térmico. Possui uma coluna porta-amostras com sonda de fibra óptica para medições de temperatura de alta precisão.

CAL 1 possui frasco dewar de vidro selado que fornece boa isolação térmica sem bomba de vácuo.

CAL 2 possui frasco dewar de vidro aberto que fornece excelente isolação térmica com uma bomba de vácuo turbomolecular ou rotatória.

Frequência Máxima Recomendada: 900 kHz

Geometria: CoilSet de solenoide tubular simples.

Homogeneidade: 5% através da amostra (tipicamente 1.5 ml)

Modos de Frequência Pré-configurados Principais em Modelos G [KHz]: 141,153,161,292,317,333,372,471,608,744

 

Double H

Sequência de bobinas abertas com leito animal termalizado integrado para experimentos in vivo com camundongos e ratos em arranjo axial e perpendicular 

Permite janela de observação de corpo todo para camundongos (40 mm) e observação de corpo parcial para ratos (48 mm)

Frequência Máxima Recomendada: 450 kHz

Geometria: CoilSet multi-solenoide de fio de Litz

Homogeneidade: 10% no volume asférico central de 40 mm

Modos de Frequência Pré-configurados Principais em modelos G [KHz]: 129,139,147,266,289,303,339,429

 

S18, S32, S56, S76 e S(n)

Bobinas solenoide clássicas com coberturas de segurança com diâmetros e alturas diferentes. 

Fornece uma solução econômica para configurações incomuns. O diâmetro grande customizado permite experimentos com coelhos. CoilSet de diâmetro pequeno permite até 1.2 KGauss/0.12T/100KAm AMF.

Frequência Máxima Recomendada: 900KHz

Geometria: CoilSet de solenoide tubular simples

Homogeneidade: 10% no cilindro central

Modos de Frequência Pré-configurados Principais em modelos G [KHz]:

S18: 152,159,168,174,314,341,358,400,506,654,800

S32: 141,153,161,292,317,333,372,471,608,744

S56: 117,127,134,242,263,276,308,390,504,617

S76: 118, 127,135,243,265,277,310,392,506,620

 

H45 e H56

Sequência de bobinas semiabertas com leito animal termalizado integrado para experimentos in vivo com camundongos e ratos em arranjo axial e perpendicular  

Volume de amostra cilíndrico, diâmetro de 45 mm e 56 mm. Permite janela de observação parcial (20 mm) para vídeo e imageamento térmico

Frequência Máxima Recomendada: 450KHz

Geometria: CoilSets multi-solenoide de fio de Litz. Homogeneidade: 10% no cilindro central de 30mm x 58mm (H45) e 44mm x 56mm (H56)

Modos de Frequência Pré-configurados Principais em modelos G [KHz]: H??: 120, 130, 138, 249, 270, 284, 317, 401 H??: 105, 120, 217, 236, 247, 276, 249, 451

 

PC70 e PC90

CoilSets achatados projetados para experimentos em placas de Petri e outras amostras planares. 

Enorme diâmetro de 70 mm / 90 mm. Projetado para funcionar com acessório CAT. Fornece alta intensidade sobre uma ampla área próximo à superfície superior e some rapidamente no eixo vertical.

Frequência Máxima Recomendada: 450 KHz

Geometria:  CoilSets panqueca multicamada de Litz Homogeneidade (para placas de Petri):

PC70:11% em 35mmØ, 27% em 50mmØ

PC90:7% em 35mmØ, 11% em 50mmØ, 32% em 90mmØ

Modos de Frequência Pré-configurados Principais em modelos G [KHz]:

PC70: 140,157,283,308,323,361,457

PC90: 147,159,168,304,331,347,338

Software

O software especial da nB nanoScale Biomagnetics, MaNIaC, ajuda os usuários a programar e controlar experimentos, grava dados medidos e processa resultados experimentais, tornando-os em apresentações gráficas e relatórios úteis e prontos para a publicação. A série D5 pode ser facilmente usada e programada a partir de um computador externo e fornece os dados obtidos já processados e prontos para serem usados em um formato padrão.  

Maniac agora está disponível para Windows

Conectado a qualquer Driver D5, o Maniac fornece

  • Execução completamente automática de testes
  • Sequenciamento complexo de experimentos
  • Integração e automação de acessórios
  • Cálculo e processamento rápido de dados
  • Importação/Exportação de dados