Sistemas de Criostatos da Série VPF - Amostra em Vácuo
Ver em 
get a quote

Sistemas de Criostatos da Série VPF - Amostra em Vácuo

Janis

Simples e acessível, os criostatos VPF fornecem um ambiente com temperatura ajustável de amostra, sem a necessidade de ajustes ou válvulas. Projetado visando versatilidade, o criostato VPF é field-upgradeable com passagens adicionais, janelas ou porta-amostras, caso os requisitos experimentais mudem. Modelos para operação a 500 K, 700 K ou 800 K estão disponíveis.
 






Configuração Padrão

O criostato VPF da Janis é um criostato de nitrogênio líquido acessível oferece temperaturas entre 65 K a 800 K. Fácil de usar e de preencher, o sistema VPF usa um conjunto deslocador de estilo refill e aquecedor embutido para capacitar-se com temperatura variável. Obtém-se temperaturas abaixo de 77 K ao usar uma distribuição de bombeamento opcional. Capacita-se o criostato a lidar com alta temperatura usando sensores e aquecedores especiais.

Fornece-se acesso à amostra via um rápido aperto que a desconecta. Montam-se as amostras em um espaço de vácuo com 3” de diâmetro (2.5” para VPF-800) e pode ser conectado a fiações de serviço criogênico (condutor individual ou coaxial). A câmara óptica de amostra, de quatro direções (com abertura numérica de 1.0) pode ser configurada para medições de refletância ou transmissão. As janelas padrão são de quartzo natural fundido, oferecendo transmissão em regiões UV até proximidades do infravermelho. Materiais opcionais para a janela podem ser instalados para alcançar regiões de infravermelho distante / médio, VUV e raio x para uma gama de medições espectroscópicas. O conjunto de refil permite o preenchimento do reservatório de LN2 sem afetar a temperatura controlada.

Aplicações típicas do VPF incluem espectroscopia (fotoluminescência, FTIR, UV- visível), caracterização de materiais (resistividade, Efeito de Hall), bem como imageamento, microscopia e teste de componentes em baixa temperatura. O baixo custo, a leveza e a portabilidade tornam o VPF o criostato ideal para laboratórios em geral, demonstrações e integração com instrumentação pré-existente. Os modelos VPF-100 e VPF-800 estão em estoque, podendo ser entregues à sua localização rapidamente.

Pode-se fabricar configurações customizadas para que caibam em espaços restritos (como em um sistema magnético ou espectrômetro) ou para permitir a inserção de amostras muito grandes (como wafers semicondutoras ou “pratos frios” para resfriar várias amostras ao mesmo tempo).

Características Padrão

  • Janelas de quartzo fundido
  • Acesso óptico de quatro direções (f = 1.0)
  • Aquecedor e termômetro de diodo de Si (termopar para VPF-800)
  • Passagem elétrica para termometria
  • Porta-amostras óptico
  • Conjunto de refil para operação contínua
  • Teste completo do sistema

Equipamento Opcional

  • Seleção completa de equipamentos auxiliares, incluindo controladores de temperatura, estações de bombeamento e dewars de armazenamento
  • Pacotes de medição elétrica (porta-amostras, fiação e passagens)
  • Distribuição de bombeamento para operações < 77 K (veja a aba Outras Configurações)
  • Porta-amostra para DLTS (veja porta-amostra de sonda fixa na aba Outras Configurações)
  • Janela quente adicional na parte inferior e janela de quartzo
  • Adaptador especial para uso com a linha de transferência de hélio líquido SuperTran (veja aba Outras Configurações)
  • Bloco de janela especialmente modificado com opção de janela grande.

PIR uc 180

Especificações

Tempo de resfriamento inicial (até 77 K)

15 minutos

Faixa de temperatura (1):

VPF-100, S, ST

65-500 K

VPF-700S, ST

65-700 K

VPF-800

65-800 K

Tempo de espera com LN2:

77 K

5 horas (VPF-100[T]: ~8 horas)

100 K

4.5 horas

200 K

2.5 horas

Estabilidade Típica (2)

± 50 mK

Nível de vácuo necessário (3)

10-4 torr

Peso aproximado

7 lbs. (3.3 kg)

(1) Temperaturas <77 K com distribuição de bombeamento opcional
(2) Medido com controlador de temperatura
(3) Pressão de vácuo medida à temperatura ambiente antes da adoção de criogênicos